ISRAEL

O país de origem

O Krav Maga foi criado no início da década de 1940. Na época, o mundo vivia a 2ª Guerra Mundial e na região conhecida hoje como Israel, existiam 3 grupos que lutavam pela proteção da comunidade judaica e pela independência de Israel: Haganá, Etzel e Lehi. A situação não era fácil e a necessidade de se defender e de criar um Estado nacional para o povo judeu se mostrava cada vez mais séria e urgente. E foi nesse contexto que surgiu o Krav Maga, quando Imi começou a ensinar suas técnicas e filosofia na Haganá, antes mesmo da independência do país.

Após anos de luta, e segundo decisão da Liga das Nações após a 1ª Guerra Mundial, a Carta de Balfour emitida pelo governo britânico que administrava a região e a resolução da ONU de 29 de novembro de 1947, Israel se estabelece como Estado Independente em 1948. Então, é criado o Tzahal – Forças de Defesa de Israel (IDF), que seria o responsável pela proteção do país e de sua população. Nesse momento, o Krav Maga é examinado, testado e adotado como a única filosofia de defesa do exército, polícia, serviço secreto e serviço de segurança nacional de Israel, fato que se mantém até hoje.

No dia seguinte à declaração de independência, os países árabes vizinhos invadem o recém-criado Estado de Israel na tentativa de conquistar à força o território e expulsar os judeus que lá viviam. Porém, contra todas as previsões, Israel sai vitorioso da guerra e reafirma seu lugar no mapa.

O mesmo aconteceu em 1967, na Guerra dos Seis Dias, quando o Egito, a Síria e posteriormente a Jordânia, com apoio militar de outros países, decidiram atacar Israel. E mais uma vez, para a surpresa de todos, Israel vence a guerra em apenas 6 dias de batalhas e reconquista a cidade de Jerusalém. A partir deste momento, Jerusalém – a capital de Israel, volta a ser aberta a pessoas de todas as crenças e religiões, atraindo turistas de todos os cantos do mundo.

Três outras cidades israelenses também merecem destaque quando falamos sobre a história do Krav Maga: Netanya, lugar onde Imi vivia e ensinava Krav Maga; Tel Aviv, centro financeiro do país e outra cidade onde Imi ensinava Krav Maga; e Rehovot, centro de ciência e local onde o Grão Mestre Kobi nasceu.

Na década de 1980, a ciência começou a ganhar destaque no país. Como exemplos de tecnologias desenvolvidas em Israel, podemos citar: celular, Pendrive, Waze, ICQ, Viber, MobileEye, pílulas com câmeras, tomate cereja, irrigação por gotejamento, dessalinização da água do mar, processadores Centrino e Pentium-4 da Intel, depilador elétrico, tradutor Babylon, mão artificial, submetralhadora Uzi, compressão ZIP, ultra-som cardíaco portátil, dentre muitos outros.

Geograficamente, Israel é a única democracia do Oriente Médio. O país faz fronteira com o Líbano, a Síria, a Jordânia e o Egito, além dos mares Mediterrâneo e Vermelho. Trata-se de um país pequeno, com desertos, montanhas, neve e praias; e uma população de pouco mais de 8 milhões de pessoas, sendo a sua maioria judaica. A língua oficial do país é o hebraico e a moeda, o Novo Shekel.

Portanto, estamos falando de um país histórico e religioso, que contém milhares de anos da história da humanidade. Um país cercado de inimigos, mas que não deixa isso perturbar seus valores de democracia e liberdade que carrega consigo. Um país que, hoje, é referência em segurança e tecnologia para o mundo inteiro. Um país pequeno em tamanho, mas gigante em significado, valores, força e impacto.

Merkava

Tanque de guerra israelense considerado o melhor do mundo

Delegação FSAKM

Conhecendo e treinando no berço do Krav Maga

Metzada

Símbolo do heroísmo judaico

Jerusalém

Capital de Israel

Forças de Defesa de Israel

Responsáveis pela proteção do país e seus cidadãos

Mapa de Israel

O território nacional israelense

Novo Shekel

Moeda oficial de Israel

Hebraico

Idioma oficial israelense

Mar Morto

Ponto mais baixo da Terra, onde a alta salinidade da água permite a flutuação das pessoas